Saiba como funciona o eTA Canadá

Conheça as novas regras para facilitar a entrada de brasileiros no Canadá sem precisar de visto!

Desde o dia 1º de maio de 2017, o Canadá confirmou oficialmente que vai deixar de exigir o tradicional visto de entrada no país para brasileiros. A partir de agora, é o eTA Canadá (Electronic Travel Authorization) o mais importante documento para obter a autorização de entrada no país. É um sistema eletrônico, obtido pela internet e válido por até 5 anos, que permite determinar se o passageiro é elegível ou não para entrar no Canadá – assim o visto regular não se torna mais necessário.

🍁 Clique aqui e saiba mais sobre intercâmbio no Canadá

Quem tem direito ao visto eTA?

Existem duas situações que dão aos brasileiros direito ao eTA:

  1. Ter obtido um visto canadense nos últimos 10 anos, mesmo que sua validade já tenha expirado. Pode ser um visto de turismo, estudos ou trabalho.
  2. Ter um visto válido de entrada nos Estados Unidos.

Brasileiros que atendem a estes critérios podem usar o eTA para entrar no Canadá e assim não precisam passar pela burocracia do visto regular.

O eTA é válido por cinco anos ou até a expiração do passaporte. Com esse requerimento, é permanência no país é permitida por até seis meses – ou um pouco menos, dependendo do funcionário da imigração. Assim, o eTa facilita muito a vida de quem vai ao Canadá para uma viagem de curta duração, como um intercâmbio, curso de idiomas, viagem a negócios ou turismo. O eTA também proporciona uma ótima facilidade a quem já está no Canadá com visto de única entrada, precisa viajar e depois retornar ao país.

É necessário solicitar o visto regular para entrar no Canadá se você não preenche nenhum desses critérios. E caso você possua um visto negado para qualquer outro país, também não poderá solicitar o eTA.

🍁 Clique aqui e saiba mais sobre intercâmbio no Canadá

Qual é o procedimento para obter o eTA Canadá?

No site do CIC (Ministério da Cidadania e Imigração do Canadá), você terá acesso ao formulário de requerimento.

Serão solicitadas informações pessoais básicas, como passaporte e passagem. O questionário também contém informações sobre trabalho possíveis doenças e demais vistos expedidos.

Além de rápido e prático, o eTA é muito mais barato – custa 7 dólares. Lembre-se que essa é uma autorização de entrada apenas por via aérea, então se você pensa em entrar no Canadá por via marítima ou terrestre, também vai precisar tirar o visto.

Se você se interessou, leia todos os nossos posts sobre o Canadá e conheça suas opções de cursos no Canadá!

Comentários