Canadá precisa de especialistas e algumas profissões se destacam

Nos próximos 10 anos, Canadá vai receber 300 mil novos residentes permanentes anualmente e consultor de imigração diz que sobra espaço para brasileiros

Canadá

Fonte: Exame

Destino de intercâmbio preferido pelos brasileiros, o Canadá também é visto como alternativa para trabalho e residência permanente para muitos profissionais que desejam seguir carreira no exterior.

Segundo Ed Santos, consultor regulamentado de imigração e diretor de operações da Canadá Intercâmbio, o Canadá é um país aberto a imigrantes. Para se ter uma ideia, mais da metade (51%) da população de Toronto nasceu fora do Canadá.

E ele diz que ainda sobra espaço para brasileiros e outras nacionalidades. “O Canadá vai receber 300 mil novos residentes por ano nos próximos 10 anos, pelo menos, e os brasileiros não estão nem entre as 15 nacionalidades mais numerosas imigrando para cá”, diz.

Há oportunidades de trabalho tanto na parte em se fala francês (província de Québec, principalmente na cidade de Montreal), que faz missões de recrutamento periódicas no Brasil, quanto na parte inglesa, mas nessa, há mais mercado. “A parte anglófona do Canadá é muito maior e mais rica, mais completa em opções de indústrias e mais flexível”, diz Santos.

Mas os profissionais que conseguem seguir carreira por lá são especialistas, diz Santos. “Você tem de chegar aqui já especialista ou se dedicar profissionalmente ou academicamente para se tornar um. Tudo depende de onde você está na sua carreira e de seu nível de domínio do idioma”, diz.

🍁 Clique aqui e saiba mais sobre intercâmbio no Canadá

Engenharia entre as carreiras mais quentes

A demanda da profissão também é um fator essencial para quem quer saber se têm mais ou menos chances de conseguir um bom emprego por lá. Engenharia, saúde e TI são as áreas que têm mercado mais aquecido. Segundo Ed Santos, os salários no Canadá são entre 30% e 40% mais altos do que aqui.

No entanto, vale destacar que só podem ser contratados como engenheiros profissionais que tiverem validado o diploma brasileiro lá. Até, a obtenção da licença, um processo que pode ser longo, engenheiros podem trabalhar como técnicos.

Ed Santos indica que interessados em encontrar emprego no Canadá invistam em começar a estabelecer uma rede de networking, participando de associações de classe, clubes, eventos e usar o LinkedIn para fazer contados.

Setor de serviços

Já para os brasileiros que estão fazendo intercâmbio, o setor de serviços é o mais promissor para trabalho, segundo Ed Santos. “Acho que o brasileiro é muito dedicado e bom de ‘customer service’ e se destaca”, diz.

No Canadá, estudantes também podem trabalhar. “Existem várias opções que te permitem fazer os dois, porém o ideal é que você planeje seu programa com objetivo final em mente, as vezes trabalhar de pronto pode parecer, mas não é a melhor opção para muita gente”, diz Santos.

🍁 Clique aqui e saiba mais sobre intercâmbio no Canadá

Como a Global Study pode te ajudar

Além dos cursos de inglês geral, a Global Study também pode te ajudar com cursos profissionalizantes ou tecnólogos voltados para essas áreas. No caso da engenharia, o vocabulário técnico pode ser um empecilho inicial, então há a possibilidade de fazer o inglês técnico para engenharia. Para opções de cursos profissionalizantes em engenharia, entre em contato com nossos consultores da Global Study.

Para a área de serviços e turismo, os programas Co-op são uma boa alternativa, já que contam com o estudo na área e a aplicação prática através de uma experiência de estágio (o chamado Co-op). São oferecidos diversos cursos na área, saiba mais aqui.

Comentários

1 comment