O jovem Raphael Sepúlveda, formado em Gastronomia em Salvador, já tinha um currículo invejável na sua área: estágios com chefs importantes como Edinho Engel (Restaurante Amado) e Fabricio Lemos (Restaurante Origem), além de eventos diversos como Personal Chef e cursos em São Paulo e Nova Iorque.

Mas dessa vez ele resolveu ir além. Aos 27 anos, pensando em aperfeiçoar o inglês e tentar novas oportunidades na gastronomia, decidiu fazer um intercâmbio. O destino: Dubai!

Como seu objetivo principal era aperfeiçoar o inglês, escolheu a ES Dubai como escola para estudar o idioma. E em menos de 2 meses, já conseguiu até fez trabalhos na área auxiliando o chef Lucas Corazza, jurado do programa “Que Seja Doce” do GNT, em demonstrações de receitas.

Com uma história de tanto sucesso, nós não poderíamos deixar de bater um papo com o jovem chef! Confira a nossa entrevista com o Rapha, quem sabe assim você não se inspira com um intercâmbio também?

🌏 Leia mais sobre Intercâmbio em Dubai!

Por que você decidiu fazer um intercâmbio?

Na verdade essa ideia existe há algum tempo. Mas, não sei porque, acabou sendo adiada até agora. O intuito sempre foi melhorar o inglês e, possivelmente, trabalhar na minha área que é Gastronomia.

O que te levou a escolher Dubai como destino?

Eu vi aqui a oportunidade de unir esses dois objetivos. É um destino ainda novo e com um potencial de mercado grande na minha área, já que atualmente o turismo é a maior fonte de renda dos Emirados. E, apesar do inglês não ser o idioma oficial daqui, é uma cidade super cosmopolita e tem em sua maioria estrangeiros. Então, no final das contas, o inglês acaba sendo mais usado que o árabe.

O que você está estudando em Dubai? E está achando que seus estudos estão valendo a pena?

O primeiro objetivo é estudar inglês. Quanto valer a pena, acho um pouco cedo pra ter uma resposta objetiva. Não tenho comparativo com outros destinos. O que posso afirmar é que, apesar de certos aspectos da escola e sua metodologia, tem sido possível evoluir sim. Claro que existe também uma certa dificuldade com a comunicação nas ruas e estabelecimentos, pois como eu disse tem muitos estrangeiros e sotaques diferentes. Mas acredito que isso faça parte!

Quais foram as suas experiências mais marcantes por aí até agora?

Como experiência de um intercâmbio em si, não só aqui, creio que a maior delas é quando nos damos conta de que conseguimos realizar um sonho e que agora só depende da gente! Nossas famílias estão longe, nossos amigos também e tudo o que conhecemos e que, de certa forma, nos traz segurança, não está por perto. Além disso, acho que a cultura e os costumes são coisas que têm impacto na nossa experiência aqui fora. E nos Emirados, mais especificamente, é algo muito forte e com o qual nos deparamos o tempo todo. Acho curioso o fato deles ainda serem meio que presos ao passado e terem uma visão de futuro tão presente. Tudo que há de novidade você encontra aqui! Interessante isso, né? (Risos!)

O que você costuma fazer aí em Dubai no seu tempo livre?

Dubai, assim como todas as grandes cidades do mundo, é cara. Então nem sempre conseguimos ver ou conhecer todos os lugares que queremos. E também tem a questão climática, que pode ser um problema a depender do programa. Dito isso, é o lugar dos sonhos de muita gente e atende quase todos os perfis. Se gosta de comprar, temos o maior shopping do mundo! Se gosta de aventura e esportes, temos desde salto de paraquedas até pista de esqui! (No deserto, pense!) Mas, no meu caso, gosto de explorar lugares novos da cidade e compartilhar com aqueles que me seguem nas redes sociais. Conhecer mercados, feiras, bares, restaurantes, hotéis e andar por aí!

Qual é a maior aprendizagem que você vai levar do seu intercâmbio?

Ainda estou no início, falta bastante pra poder responder essa pergunta. Mas, até agora, diria que valorizar cada momento perto de quem você ama! Pois, muitas horas, isso faz falta!

O que você diria às pessoas que estão pensando em fazer intercâmbio?

Que se aventurem! Nada melhor na vida do que ver novos lugares, conhecer pessoas, aprender, ter contato com culturas diferentes, costumes, etc. Pesquisem, vejam qual lugar atende mais o perfil de vocês e vão sem medo! Se de alguma forma não der certo, pelo menos vão ter um monte de história pra contar! (Risos!)

Você gostou do atendimento da Global Study? Pudemos te ajudar com tudo durante o seu intercâmbio?

Sim, claro! Inclusive quero agradecer aqui a equipe de vocês em Salvador, especialmente a Andrea pela atenção de sempre! Tive um ótimo atendimento e me ajudaram com tudo necessário em relação à viagem. Então recomendo aqueles que pretendem fazer um intercâmbio, que ao menos conversem e tirem suas dúvidas com o pessoal da Global. Acho que, assim como eu, sairão satisfeitos! E, claro, contem também com minha ajuda daqui e meu desejo de sucesso a todos!

🌏 Leia mais sobre Intercâmbio em Dubai!

Se você curtiu e quer saber mais sobre as experiências do Rapha em Dubai, pode segui-lo no Instagram @raphasepulveda. Aproveita e segue a @global_study também!

Comentários