Se existe um conselho que posso dar a qualquer pessoa, é: você nunca vai se arrepender de um intercâmbio, se embarcar nessa experiência de coração aberto. Viver tudo com a maior intensidade possível é o mais importante!

Quando resolvi fechar o pacote do meu intercâmbio, em março de 2015, não tinha a menor ideia do que seria essa experiência na minha vida. Estava longe, eu só viajaria em janeiro de 2016, nem estava pensando nisso, “ia demorar muito pra chegar”. Hoje, já faz um pouco mais de dois meses que voltei pro Brasil e ainda não acredito que vivi tudo o que eu vivi e que o meu intercâmbio já acabou!

Viver em Cork, na Irlanda, foi sem dúvidas a melhor e mais diferente experiência de toda a minha vida. Foram 8 meses tão intensos e tão felizes, que é muito difícil descrever tudo perfeitamente.

A cidade era pequena, mas atendia a todas as minhas necessidades. O melhor era sempre poder fazer quase tudo a pé, por morar muito pertinho do centro da cidade. Lá existem muitas escolas de inglês e a Universidade de Cork, o que faz com que a cidade tenha muitos estudantes e gente de todo lugar do mundo.

Conheci pessoas maravilhosas, de vários lugares diferentes, que nunca imaginei conhecer. Aprendi inglês com muito esforço e vivenciei a cultura irlandesa de uma forma que me fez abrir a minha cabeça para o mundo e ver que ele é imenso, que temos muita coisa pra conhecer e aprender – mas que isso é uma delicia e que é o melhor que podemos fazer!

O intercâmbio é um mix de sentimentos todos os dias, é verdade. Existem dias bons, dias ruins, dias de crise. Mas tudo faz parte de um aprendizado e de uma vivência muito maior, que só percebemos depois que acaba.

Se existe um conselho que posso dar a qualquer pessoa, é: você nunca vai se arrepender de um intercâmbio, se embarcar nessa experiência de coração aberto. Viver tudo com a maior intensidade possível é o mais importante!

Gabriela Martins
A Gabi é cliente da Global Study Salvador. Além de super talentosa e linda, é blogueira. Conheça o http://www.makesincera.com/

Comentários