Sou a Laysa, uma estudante de biologia apaixonada.

Nesse meu depoimento vou contar como foi meu primeiro intercâmbio. Sempre sonhei em poder conhecer lugares que estivessem relacionados com natureza, animais, culturas cheias de histórias para contar junto de suas tradições. Conhecer, ter contato e desfrutar disso num só lugar, seria incrível. Para mim, o destino não poderia ser outro: África, mãe natureza. Certamente, seria uma grande experiência.
Eu não queria fazer apenas uma viagem. Precisava de algo como uma imersão de aprendizado e que fosse transformador.
Foram 5 meses pesquisando e contatando agências, emails, pacotes, quanto tempo, qual escola, etc. Quando conheci a Global Study percebi que eles tinham um diferencial. A equipe fez você se sentir especial e se empenham para realizar seu sonho como se fossem deles. Desde o primeiro contato, durante e depois estavam sempre me atendendo com toda atenção do mundo, qualquer dúvida todos estavam de prontidão.
E então, com essa super consultoria, entendi que não haveria lugar melhor para a minha experiência do que a África do Sul.

Quando cheguei em solo africano a ficha demorou a cair. Não tava acreditando que estava em outro continente prestes a conhecer um turbilhão de coisas novas.
Chegando à escola fui levada para minha acomodação, fiquei no mesmo quarto ( com 4 camas como no contrato) até o final. Porém, a única crítica que tenho a fazer é o “troca-troca” de pessoas de quarto. Aconteceu com muita gente. No tempo que estive lá, com as chegadas e partidas de colegas, 3 amigas (do meu quarto) foram solicitadas a trocar de quarto, sendo que uma dessas já era a segunda troca.

Café da manhã tudo certo. Almocei poucas vezes na escola com a refeição deles porque não era muito bom e olha que não sou de reclamar de comida, mas tudo bem. Também não dava para comprar ingredientes e deixar na cozinha compartilhada devido vários relatos de furtos de pertences dentro de geladeira, armário, etc. Sério, isso achei bizarro.

 

Em relação às aulas, no primeiro dia do teste fui para o pré-intermediário. No final da terceira semana solicitei para mudar de nível. Na quarta semana eu estava no intermediário. Tive três professores e posso dizer que todos estão super capacitados para passar os conteúdos. Todo foram sempre atenciosos e dava para ver que existe amor no que fazem. Todas as salas bem equipadas com no máximo 13 alunos. Quatro semanas de muito aprendizado.

Quanto aos passeios, eu fiz os dois que mais queria. O safári e ver as cheetahs. Esse último, posso afirmar, com certeza, que foi o dia mais feliz da minha vida. Ter um sonho, que eu considerava distante, bem ali na minha frente, tendo contado, foi indescritível. Não pude deixar de escalar as grandes e lindas montanhas (Table Montain, a Lion´s Head), ir às praias (Muizenberg, Camps Bay, Clifton e Boulders). O two oceans aquarium me surpreendeu com sua estrutura, espécies, o cuidado deles em passar informações sobre os impactos ambientais. Conhecer a Cape Good Hope também foi sensacional, vista maravilhosa. Ainda deixei de fazer algumas coisas por falta de tempo, como saltar de bungging jump e andar com os elefantes (que é o mesmo passei). Porém, nenhum outro deixou a desejar e estou feliz com o que consegui realizar.

Em relação aos colegas e amigos, para esses me faltam palavras. Foram minha família por um mês, mas os momentos, as risadas, os carinhos e brincadeiras esses duraram para sempre.

Eu nunca vivi nada tão intensamente quanto o tempo que passei com cada um. Os árabes com seus jeitos escandalosos; os italianos que adoram uma conversa; os turcos com seus jeitos engraçados e estranhos de dançar ; um japonês, mais querido da escola, perdido no meio dessa bagunça; pessoas de todas as nacionalidades, uns mais abertos outros mais fechados, mas que ao mesmo tempo estavam todos juntos. E claro, os brasileiros, sem eles tenho certeza que a escola e experiência não seria a mesma. Irmãos e irmãs que fiz lá, que me abraçaram na chegada e choraram na partida.

Mas a vida tem que continuar e que seja com ela cheia de planos. Por isso, já estou pensando qual será o próximo destino.

Obrigada por tudo.

Por Laysa Andrade
A Laysa é uma pessoa apaixonante e cliente da Global Study Vitória

Comentários