Há um ano atrás comecei a encarar o intercâmbio na minha vida. E o que falar dele? Você sai do Brasil achando que vai viver um conto de fadas, mas a realidade não é essa. Só renova o visto e continua nessa ilha quem realmente tem garra, porque são muitos momentos de altos e baixos, muitas barreiras, muitas dificuldades, clima totalmente diferente do nosso, distância da família, perda de membro da família que te pega de surpresa e você não tem o que fazer…

Seu objetivo é o inglês, mas você quase só estuda na escola porque precisa de dinheiro para pagar as contas então você precisa trabalhar e trabalhar muitoooo. Aí começa a tal relação com a sua consciência todos os dias. O que eu estou fazendo aqui? E quando tudo começa a perder sentido você foca no seu objetivo novamente que é o inglês. Nunca me imaginei falando inglês e para falar a verdade nunca foi meu sonho, rsrs. Comecei o intercâmbio com o propósito de voltar para o Brasil e conseguir uma proposta de emprego melhor, mas hoje ao viajar, comprar algo, poder me comunicar nas ruas, eu percebo que o inglês vai além disso. Então comecei a perceber que antes a língua que era uma barreira na comunicação, hoje é um objetivo na minha vida. Quero poder responder sem remorsos quando me perguntarem quantos idiomas eu falo: 2 idiomas (por enquanto) 😁. Cada dia é válido nessa ilha, cada dia que passa me sinto mais forte para recomeços. O maior medo que eu tinha na minha vida infelizmente ocorreu e olha eu aqui, descobrindo a força que jamais achei que eu teria. Então vai um conselho, quer obter mudanças? Faça acontecer! Se jogue sem saber do futuro. Se tiver uma oportunidade faça sim um intercâmbio, pois é uma experiência para a vida toda. O intercâmbio me fez entender que podemos sim viver com a saudade e guardarmos as belas lembranças ❤️. Tenha o mundo em suas mãos! Faça como eu que fui fazer intercâmbio na Irlanda e visitei outros países 😍🌍❤️

A Marcelle Rezende é aluna de Salvador e resolveu arriscar e se jogar no intercâmbio! ☘️ Faça como ela e se aventure! Para saber mais sobre a Irlanda clique aqui.

Comentários