Como escolher o destino certo para fazer intercâmbio?

Quando você pensa em fazer um intercâmbio, uma das primeiras decisões a ser tomadas é o país de destino...

Fazer uma faculdade, candidatar-se a uma vaga de emprego, começar um namoro. São processos pelo qual passamos que exigem uma grande dedicação de tempo para amadurecimento da ideia; por mais que não tenhamos uma boa experiência em alguns desses campos, temos que pensar muito bem para avaliar os prós e contras das nossas escolhas.

Quando você pensa em fazer um intercâmbio, uma das primeiras decisões a ser tomadas é o país de destino. Para definir, também é preciso se dedicar e analisar vários fatores, e este é um processo que faz parte da seleção dos países onde você deseja fazer intercâmbio. Diversos países falam o idioma inglês, por exemplo, mas qual escolher? Você prefere aprender inglês em um país que neva por um grande período ou em um país que faz sol quase todos os dias do ano? Ir para um país apenas para estudar ou conciliar com algum tipo de trabalho?

Essas e muitas outras questões devem ser levadas em consideração, afinal o intercâmbio será uma das grandes experiências que você viverá em toda a sua vida! Para conseguir organizar seu intercâmbio, comece analisando qual o objetivo da viagem.

Se você pretende trabalhar enquanto estuda, é preciso verificar quais são os países que permitem aliar este tipo de função no intercâmbio e analisar o que mais combina com o seu perfil.

Na Irlanda, por exemplo, se você estiver matriculado em um curso com mais de 25 semanas, você pode trabalhar até 20 horas semanais durante o período de aula e 40 horas semanais durante o período de férias. Na Austrália, os estudantes que fizerem um curso de no mínimo 12 semanas, podem trabalhar até 40 horas a cada 2 semanas.

Na Nova Zelândia, para  trabalhar 20 horas semanais você precisa estar matriculado em um curso de no mínimo 14 semanas. Já no Canadá, o aluno só pode trabalhar se estiver realizando um curso técnico ou superior.

Além disso, há outros de países menos, mas que vem crescendo no interesse dos intercambistas, como Malta e África do Sul, por exemplo. Quem quer estudar espanhol, pode optar por países da América Latina, como Argentina e Chile, ou pelas diversas opções de cidade da Espanha.

Depois de decidir o que vai realizar durante o intercâmbio, é extremamente importante avaliar as questões climáticas do país. Quem gosta de um clima frio, pode se dar bem na Irlanda, Canadá e Inglaterra. Se você prefere um ambiente mais quente, a Nova Zelândia e Austrália são boas opções. Caso você queira fazer o seu intercâmbio nos Estados Unidos, basta escolher a cidade, pois cada uma pode abrigar diferentes climas.

Para fazer essa escolha é muito importante contar com a ajuda de uma agência de intercâmbio séria e consolidada. Desta forma, é possível pegar as melhores dicas e encontrar o país que mais combine com seu perfil.

Pense e analise bem antes de se decidir. De qualquer forma, é preciso ter em mente que o intercâmbio irá propiciar muitos benefícios na sua vida, tanto na vida profissional quanto na pessoal.

Comentários

2 comments

  1. gislaine Ferreira Sawczen

    Boa tarde, gostaria de saber mais detalhes sobre o intercâmbio, é pro meu filho ele está cursando o 3 ano do ensino médio.
    Obrigada

    • Global Study

      Olá Gislaine,
      Por favor entre em contato com uma das nossas agências ou nos envie o seu e-mail para contato e região de residência.
      Abraços, equipe Global Study.